Lews Therin Telamon

1.         Pronúncia:   LÚZ TÉ-rrin TÉL-a-mon

2.         Aparência:    

“Os olhos do homem captaram seu próprio reflexo em um espelho oblíquo, pendurado em uma parede de mármore fundido e arrebentado. Suas roupas, antes, haviam sido majestosas, em tons de escarlate e cinza e ouro; agora, contudo, aqueles ricos tecidos, que mercadores haviam trazido do outro lado do mar do mundo, estavam dilacerados e imundos, cobertos pela mesma poeira que lhe manchava a pele e os cabelos. Por um momento, ele roçou o dedo no símbolo em sua túnica – um círculo metade branco e metade negro, cortado ao meio por uma linha sinuosa. Aquele emblema significava alguma coisa, embora sua mente não conseguisse determinar o quê. A insígnia bordada não deteve sua atenção por muito tempo: agora, ele fitava sua própria imagem com assombro. Era um homem alto, recém chegado à meia-idade. Fora bonito, um dia, mas seus cabelos já eram mais grisalhos do que castanhos; sua face estava marcada por linhas de preocupação e labor, e seus olhos escuros haviam visto muitas coisas, coisas demais”. (OOdM – Prólogo, ed. Caladwin)

3.         Era das Lendas (Age of Legends):    

Também conhecido como Senhor da Manhã (Lord of the Morning), o Dragão (Dragon) e Fratricida (Kinslayer; Algoz do Próprio Sangue, pela Caladwin).

O Dragão, nascido durante a Era das Lendas, ficou louco em função da mácula (taint) inserida na porção masculina, o saidin, do Poder Único (One Power) pelo Tenebroso (Dark One), antes de ser aprisionado por Lews e seus companheiros Aes Sedai homens. A alcunha de Algoz do Próprio Sangue lhe foi conferida por Elan Morin Tedronai, vez que Lews chacinou, dentro de sua própria morada, toda sua família (incluindo sua esposa Ilyena e seus filhos), amigos e servos durante o auge de sua loucura.

Antes de ser curado de sua loucura por Elan (uma cura temporária e bastante sofrida, diga-se de passagem), praticamente num monólogo que esclarece um pouco a relação entre os dois, Elan afirma que: diferentemente do Dragão, ele aceita o nome (Traidor da Esperança) que recebeu; antes de se encontrar em tal estado de miserável loucura, o Dragão se erguia como o primeiro dos Servos, usava o Anel de Tamyrlin, sentava-se no Grão-trono (High Seat), tendo, inclusive, o poder para invocar os Nove Bastões do Domínio (Nine Rods of Dominion). Inclusive, mostrando certa mágoa, Elan conta que foi humilhado pelo Dragão no Salão dos Servos e que sofreu uma derrota contra Lews nos Portais de Paaran Disen.

Feita a Cura, percebendo a presença de Elan e a morte de sua amada, Lews afirma que a 10 anos o mestre de Elan vem destruindo o mundo, ao que Elan informa que não são apenas 10 anos de guerra; que a batalha ocorre desde o começo do tempo, desde que a Roda começou a girar. Ainda, horrorizado pela morte de Ilyena, Lews promete acabar com Elan, mas é então que ele descobre a verdade: ele, Algoz do Próprio Sangue, foi quem matou seus entes queridos, família, amigos, servos… sua amada; que desde o aprisionamento do Tenebroso (Dark One) e seu último contra-ataque, os homens canalizadores tem destruído o mundo às centenas.

Desesperado por seus atos, Lews Viaja (Travel) para o lugar que viria a ser conhecido como o Monte do Dragão (Drangonmount) nas eras vindouras. Lews se diz arrependido de tudo o que fez e, ainda ticando saidin, sorveu da Fonte Verdadeira, “como um homem que morre de sede” (OOdM, p. XIV, ed. Caladwin), tomando um volume maio que qualquer ser humano poderia ser capaz de canalizar sem ajuda. “O ar se transformou em fogo, e o fogo se transformou em luz liquefeita” (OOdM, p. XIV, ed. Caladwin) e então teve início um grande processo de destruição: Lews desintegrou-se e no lugar onde ele estava, ergue-se uma montanha com milhas de altura, o Monde do Dragão. Nessa ocasião, no rio que ali corria, surgiu uma ilha (Tar Valon).

4.         Menções:

I.          OOdM- Prólogo.

 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: